(48) 9986 - 29792   
Entre em contato   
(48) 3365 - 6004   
Área Restrita   
TRANSTORNO DO PROCESSAMENTO AUDITIVO CENTRAL - TPAC
Ouvir, Escutar, Entender e COMPREENDER!
Publicado em
20 de Fevereiro de 2018
 
 

Audição humana: um fenômeno complexo.

 

Ter uma audição normal não é garantia que o processamento auditivo esteja tendo sua funcionalidade exercida de maneira efetiva. Processamento auditivo é o caminho que o som percorre desde a orelha até chegar no cérebro, onde ocorre a decodificação e a interpretação sonora. A via auditiva central processa a informação percebida até o córtex auditivo onde será transformada em material compreensível para o ser humano. Quando ocorre uma dificuldade em processar a informação auditiva em um ou mais níveis das habilidades auditivas, tem-se um Transtorno do Processamento Auditivo.

 

Sabe-se que o funcionamento das habilidades auditivas no sistema nervoso é muito complexo, pois também influenciam no funcionamento do processamento sensorial, e nos sistemas cerebrais de ordem superior (como linguagem, memória, cognição, atenção e controle executivo). Desta forma, o  funcionamento adequado das habilidades auditivas torna-se requisito indispensável para a efetiva aquisição da linguagem, para a alfabetização, para o desenvolvimento do ouvido musical, da aprendizagem de outros idiomas, entre outros aspectos.

 

O processamento auditivo é a capacidade do Sistema Nervoso Central de receber, processar e interpretar sons. As habilidades perceptuais auditivas envolvidas neste processamento são:

 

Detecção do som - habilidade de identificação da presença do som;

Sensação sonora - é o nome dado quando um estímulo sonoro é recebido via sentido da audição;

Localização sonora - habilidade em identificar o local de origem do som;

Discriminação - habilidade de detectar diferenças entre os padrões de estímulos sonoros;

Reconhecimento - habilidade em identificar corretamente um evento sonoro previamente reconhecido;

Atenção seletiva - habilidade em focar um determinado estímulo sonoro em meio a outros sons competitivos, auditivos ou visuais;

Compreensão - habilidade de compreender/deduzir o significado da informação auditiva;

Memória - habilidade que permite armazenar, arquivar informações acústicas para poder recuperá-las depois.

 

Dentre as características do TPAC, podemos citar:

  • Dificuldade em localizar a origem do som,
  • Dificuldade de coordenação motora,
  • Dificuldade de entender uma conversa em locais ruidosos,
  • Trocas na fala e na escrita,
  • Dificuldade em aprender novos idiomas,
  • Dificuldades com melodias e ritmos,
  • Dificuldades no processo de alfabetização,
  • Dificuldades em manter a atenção ou memorizar uma instrução, etc.
Além das dificuldades acadêmicas e de linguagem, esses pacientes podem apresentar também alterações no comportamento social, tais como:
  • distração;
  • ansiedade e impaciência;
  • impulsividade;
  • agitação;
  • tendência ao isolamento;
  • desorganização.

 A estimulação através do Sistema de Estimulação Neuroauditiva permite a melhora da capacidade auditiva de perceber, receber e processar a informação e assim entender e compreender a fala de forma natural e sem esforço. Além disso, visa a melhora na capacidade atencional auditiva, memória e concentração.

Sobre nós
 
SENA© é um software que permite avaliar e melhorar as funções auditivas centrais. Alterando a estrutura harmônica do som, SENA© induz o sistema auditivo a realizar um esforço para processar os sons de uma maneira diferente ao habitual melhorando os processos de percepção, atenção e memória.
Entre em contato
 
  (48) 99862 - 9792
  (48) 3365 - 6004
CORPORATE PARK - Rod. José Carlos Daux, 8600, Bloco 6 - Sala 101 - Módulo F  Florianópolis - SC - 88050-000
Encontre-nos
 
Home   •   Topo   •   Sitemap
© Todos os direitos reservados.